23.7 C
Castro Verde Municipality
Sábado, Setembro 18, 2021

Últimas Noticias

Populares promovem Vigília por mais consultas na extensão de saúde da Mina de São Domingos

Populares da Mina de São Domingos, no concelho de Mértola, realizam hoje uma vigília para exigir que a extensão de saúde desta localidade volte a funcionar três vezes por semana, revelou hoje a organização.

“O protesto é promovido, a partir das 18:30, no largo junto à extensão de saúde, pela Comissão de Moradores da Mina de São Domingos, neste concelho alentejano” avança a Lusa.

Esta valência encerrou a 26 de março do ano passado e só reabriu no passado dia 21 de junho, mas funcionando apenas às quartas-feiras e não três vezes por semana, como anteriormente.

De acordo com a Câmara de Mértola, numa publicação na sua página na rede social Facebook, no dia 16 deste mês, são agora realizadas nesta extensão de saúde “10 horas de consultas pré-agendadas, num mesmo dia”, das 09:00 às 19:00.

“Estas 10 horas representam cerca de 35 consultas, em contraponto com as cerca de 50 semanais em anterior período de funcionamento do posto médico”, acrescentou.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Comissão de Moradores da Mina de São Domingos, Joaquim Marques, argumentou hoje que este horário de funcionamento é “insuficiente em termos de serviço” para uma população com “cerca de 800 pessoas”

O responsável assinalou que esta situação obriga a população, em caso de necessidade, a ter de recorrer aos serviços de saúde em Mértola ou em Serpa, o que implica “mais gastos” por parte de quem recebe “reformas precárias” e “que já não chegam para a medicação”.

“Tudo isto nos faz lutar pelos que não têm voz, que são os idosos”, acrescentou Joaquim Marques.

Durante a vigília, a população vai exigir “a retoma do serviço que existia” até março de 2020, ou seja, consultas médicas “três dias por semana, com a presença de um médico e um enfermeiro”.

O encerramento da extensão de saúde de Mina de São Domingos levou o Parlamento a aprovar, no dia 20 deste mês, um projeto de resolução, apresentado pelo PCP, a recomendar ao governo a reabertura, “de imediato”, do serviço, “procedendo à necessária dotação de recursos humanos”.

O projeto de resolução exige também que seja incrementada “a resposta” nesta extensão de saúde, “particularmente no período balnear, com alargamento de horários, incluindo abertura aos fins de semana”.

A atribuição de médico e enfermeiro de família “a toda a população do concelho de Mértola” e o reforço do “número de trabalhadores no centro de Saúde de Mértola” são as outras reclamações constantes do documento.

Lusa / Rádio Castrense

Latest Posts

spot_imgspot_img

Não perder

Newsletter

Recebe toda a informação na tua caixa de correio, subscreve a newsletter.