15.7 C
Castro Verde Municipality
Sábado, Julho 13, 2024

Últimas Noticias

Municípios da CIMBAL tomam posição sobre a captação de água do Pomarão para combater a seca no Algarve

Já terminou a consulta pública do projeto de captação de água do rio Guadiana no Pomarão (concelho de Mértola) para abastecimento ao Algarve, através de uma conduta adutora até à Albufeira de Odeleite.

A Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo, sublinha que, “não obstante os pareceres negativos emitidos pela Câmara Municipal de Mértola e pela Associação de Municípios para a gestão da Água Pública do Alentejo, no âmbito deste processo, e considerando a relevância que a gestão dos recursos hídricos tem para o território, o Conselho Intermunicipal da CIMBAL, reunido no dia 8 de julho, demonstra o seu total apoio à Câmara Municipal de Mértola”.

A CIMBAL explica que “a obra consistirá numa captação de água superficial na zona estuarina do rio Guadiana, junto à povoação de Mesquita (freguesia de Espírito Santo – concelho de Mértola), a montante do Pomarão” e lembra que “o concelho de Mértola é um dos territórios mais suscetíveis à desertificação, marcado pelo clima semiárido e vulnerável às alterações climáticas. A sua muito baixa densidade demográfica e dispersão da população no território dificulta o abastecimento de água nalgumas localidades”.

No comunicado da CIMBAL, pode ler-se que, “este concelho debate-se com escassez de água e elevado stress hídrico, agravados por períodos de seca mais prolongados. Acresce que muitas das localidades são abastecidas com recurso a
captações subterrâneas e, por largos, períodos o único recurso para o abastecimento público são os transportes frequentes com utilização de auto-tanque”.

A CIMBAL frisa que, a freguesia do Espírito Santo, onde será implementada a tomada de água no rio Guadiana, “tem algumas localidades que se debatem com este problema. Sucede também que será o território desta freguesia o mais sacrificado, nomeadamente para a instalação da conduta que irá permitir
o transporte da água até à Barragem de Odeleite”.

Esta entidade quer que exista “uma conjugação de esforços que permita ajudar a solucionar o problema de falta de água nesta freguesia do Concelho de Mértola, aproveitando o projeto de Reforço de Abastecimento de Água ao Algarve”.

O Conselho Intermunicipal da CIMBAL “exorta todos os envolvidos a procurar
condições para o abastecimento público de água às localidades da freguesia do Espírito Santo (concelho de Mértola), a partir do projeto proposto ou de outras soluções técnica e financeiramente mais convenientes”.

Por fim, a CIMBAL “declara ainda o seu total apoio e solidariedade à Câmara
Municipal de Mértola e aos seus munícipes, colocando-se a seu lado na defesa dos interesses das suas populações e da coesão territorial do nosso País”.

A Rádio Castrense já obteve a reação do presidente da CIMBAL, António Bota, que expressa em nome dos trezes municípios toda a compreensão para com o posicionamento da câmara de Mértola.

Quanto à autarquia de Mértola, o seu presidente refere que “há muitos anos que os espanhóis tiram água do Pomarão para o seu regadio” e que agora “foi desenhada uma solução para o País, visando de novo o Pomarão, que deixa, infelizmente, as populações do Espírito Santo de fora”.

Mário Tomé não esconde a sua insatisfação e revela que as entidades responsáveis foram “convidadas a visitar o concelho e a conhecer esta realidade” e que reunirá com a ministra do Ambiente, Maria da Graça Carvalho, dia 26 deste mês.

Latest Posts

Não perder