17.7 C
Castro Verde Municipality
Sábado, Julho 31, 2021

Últimas Noticias

GNR apreende 97 mil cigarros manufaturados em território Nacional

Entre os dias 22 de maio e 15 de julho, numa operação conjunta da Unidade de Ação Fiscal (UAF), do Destacamento de Ação Fiscal (DAF) do Porto, do Departamento de Investigação de Ação Penal (DIAP) do Porto e em colaboração com a Guardia Civil Espanhola, foram apreendidos 97.000 cigarros manufaturados em território português.

Esta intervenção visava “colocar termo à atividade de uma rede organizada que se dedicava à produção e comercialização ilícitas de cigarros e de outros produtos de tabaco em Portugal e Espanha”, avança em comunicado a Guarda Nacional Republicana (GNR).

Em Portugal foram realizados 97 mandatos de busca, dos quais 59 domiciliários e 38 não domiciliários (garagens, veículos, armazéns), tendo sido detidos dois homens. Para além desta detenção destacam-se ainda:

  • Cerca de 97.000 cigarros manufaturados;
  • Diversas máquinas utilizadas na produção e acondicionamento dos produtos de tabaco;
  • Matérias-primas diversas utilizadas na produção ilícita, como tubos para cigarros, cartão de maços e sacos/caixas para embalar tabaco;
  • 758.000 euros em numerário;
  • 17,1 gramas de pólen de haxixe;
  • Diversos equipamentos informáticos.

Em Espanha, no cumprimento da mesma investigação, resultaram 125 mandados de busca, 29 detenções, apreensão de mais de 2 milhões de euros em numerário, 51 toneladas de produtos de tabaco, 40 milhões de cigarros, sete armas de fogo e maquinaria diversa.

A investigação já ocorre há cerca de dois anos e já forma confiscados, em Portugal, um total de “12 milhões de cigarros e 600 quilos de outros produtos de tabaco (folha de tabaco e tabaco moído) correspondentes a uma prestação tributária em falta (IEC-IT e IVA) de 2.300.000 euros, e detidas nove pessoas, diretamente relacionadas com a prática dos ilícitos em investigação”, informa a mesma declaração.

De salientar que foram 34 pessoas constituídas arguidas, indicados pelos crimes de “contrabando qualificado, introdução fraudulenta no consumo qualificada, fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e associação criminosa” e com idades compreendidas entre os 40 e os 65 anos.

Latest Posts

spot_imgspot_img

Não perder

Newsletter

Recebe toda a informação na tua caixa de correio, subscreve a newsletter.