24.7 C
Castro Verde Municipality
Segunda-feira, Junho 24, 2024

Últimas Noticias

Fábrica Solar é esta quarta-feira inaugurada em Moura pela Secretária de Estado da Energia

A Secretaria de Estado de Energia, Maria João Pereira, inaugura nesta quarta-feira, dia 29 de Maio, a primeira unidade industrial híbrida do mundo combinando a produção de painéis solares flexíveis e baterias.

A iniciativa está marcada para as 14h30, em Moura.

A unidade representa um investimento da empresa Lux Optimeyes Energy Lda (www.luxOenergy.com), um consorcio entre o Grupo português Lux, liderado por Rui Torrão e Paulo Torrão e o empreendedor Miguel Matias, com mais de 25 anos de experiência no setor, ex-Diretor de Inovação da Galp e fundador do Grupo Self Energy com sede em Londres, UK.

“Trata-se de um projeto industrial inovador de produção combinada de painéis solares flexíveis de baixo peso e outro de baterias de alta eficiência de lítio, num investimento inicial de cerca de 5 milhões de euros, comparticipado pelo POAlentejo com cerca de 2,96M€ e que devera recuperar para o Alentejo mais de 40 postos de trabalho “verdes” diretos , uma parte dos quais altamente qualificados, e outros 200 postos de trabalho indiretos na promoção, venda, desenvolvimento e instalação das soluções a fabricar”, explica em comunicado enviado à Rádio Castrense a LuxOenergy.

O arranque desta unidade, acrescenta a mesma fonte, “resulta de um intenso esforço de promoção do Município de Moura, do Alentejo e do Pais como plataforma para o desenvolvimento industrial das tecnologias “verdes” e permitiu que, para já, cerca de quinze dos anteriores colaboradores da fábrica aqui existente e que encerrou em 2019 pudessem regressar e participar com empenho e emoção na implantação deste novo projeto”.

O interesse pelo mercado português está baseado não só nas excelentes condições industriais que poderão ser proporcionadas pelo reaproveitamento do polo industrial de Moura, mas também pela aposta na energia solar com um plano de crescimento estimado para Portugal até 8GW em 3-4 anos, combinada com a recente aposta na exploração integrada em toda a cadeia de valor das reservas de lítio.

O projeto da Lux Optimeyes Energy combina a experiência de uma equipa com mais de 25 anos no Sector da  Energia internacional com as mais inovadoras empresas tecnológicas na área das energias renováveis europeias (como a Das Energy, a Mondragon e a Anodox), proporcionando uma grande oportunidade para Portugal criar produtos de excelência e permitir a sua exportação para outros mercados, potenciando os diversos incentivos existentes da União Europeia e do Governo Português com o apoio de investimento e know-how externo.

Nesse sentido terá sido igualmente positivo para a escolha de Portugal como alvo para este projeto industrial, a recente regulamentação de criação de comunidades de energia renovável (CER), que farão parte integrante da contribuição da LuxOenergy.com para a Agenda Mobilizadora do PRR NGS (New Generation Storage)  que alem da implementação piloto de 2 CERs em Moura e Évora pressupõe a duplicação do investimento na fabrica em Moura com foco no investimento no desenho e desenvolvimento das linhas de montagem especificas para baterias (LiFePo) de alta eficiência e longevidade para suporte a carregamento ultrarrápido de veículos elétricos profissionai,s cum um investimento total previsto a ascender a mais 6,5M€, com cerca de 50% de apoio do PRR e para executar ate final de 2025.

Latest Posts

Não perder