9.7 C
Castro Verde Municipality
Quinta-feira, Maio 23, 2024

Últimas Noticias

Almodôvar: Tribunal da Relação de Évora confirma 6 anos de prisão para casal de São Barnabé por tráfico de estupefacientes

O Tribunal da Relação de Évora (TRE) manteve a condenação de seis anos de prisão a cada um dos membros de um casal, aplicada em 6 de dezembro do ano passado por um Coletivo de Juízes do Tribunal de Beja, pela prática em coautoria de um crime de tráfico de estupefacientes, adianta o Lidador Notícias.

A mesma fonte explica que a decisão dos desembargadores do TRE foi tomada na terça-feira negando provimento ao recurso apresentados pelas defesas de José Correia, de 55 anos, e Dina Guerreiro, de 51 anos, residentes no Monte do Loendreiro, freguesia de São Barnabé, concelho de Almodôvar, detidos a 1 de março de 2023, depois de uma operação da GNR, onde foram apreendidos 101.415,68 quilos de canábis equivalem a 272.016 doses.

Além da droga, foram ainda apreendidos 440 euros em numerário, estufas, balanças, máquinas de embalar em vácuo e muito outro material, destinado a todo do tráfico.

Esta foi uma das maiores apreensões de canábis da última década feita pelo Comando Territorial de Beja da GNR, resultante do cultivo direto do produto estupefaciente por parte de traficantes.

Durante o julgamento ficou provado que num terreno próximo do Monte do Loendreiro, o casal preparou um local, com covas e adubado, onde instalaram sistemas de rega, para o cultivo do estupefaciente, localizado num dos túneis de escoamento de águas pluviais da A2, junto a um viaduto da referida autoestrada.

Aos magistrados do Tribunal de Beja, o casal “passou” a responsabilidade a terceiros “a quem tinham alugado por mil euros, o terreno onde a droga estava cultivada”, indivíduos que segundo José Correia tinha conhecido num bar em São Bartolomeu de Messines (Algarve), que disseram chamar-se Samuel e Joaquim, não concretizando as suas identificações.

Nas sessões do julgamento os arguidos deram explicações pouco convincentes sobre o estupefaciente encontrado em diversos locais do monte, num armazém e outros anexos e para a toda a parafernália de instrumentos dedicados a todo o processo de cultivo, secagem e embalamento da droga.

O casal aguarda em prisão preventiva o trânsito em julgado do acórdão do TRE, ele no Estabelecimento Prisional (EP) de Beja, e ela no EP de Odemira.

Teixeira Correia – Jornalista

Lidador Notícias

Latest Posts

Não perder